REFLEXÕES (PROVOCAÇÕES?) EM PROSA E VERSO, de Pedro Faria Borges, encantando leitores.

A ALEGRIA DE UM AUTOR É SER LIDO E CONSTATAR QUE SEU ESFORÇO NÃO FOI EM VÃO.

A REALIZAÇÃO DA BENVINDA EDITORA É PUBLICAR SONHO DOS AUTORES E VER A RESSONÂNCIA DA OBRA.

LEIAM O TEXTO ESCRITO POR LEITOR PARA PEDRO BORGES.

Olá, Pedro!

Não sou seu amigo nem seu familiar, no entanto, li seu livro "Reflexões (provocações?) em prosa e verso" até o fim, num fôlego só.

Inicialmente interessei-me pelo livro por ser seu conterrâneo. E eis que, rapidamente, fiquei entusiasmado (pouca coisa me entusiasma) ao perceber que seu texto provoca sem, contudo, ser deselegante.

Diante de ilusões e percepções distorcidas que ditam nosso comportamento, um trabalho sóbrio certamente tem sua valia. Temo que as “bobagens impressas” possuam um público menos seletivo e mais numeroso do que as ideias pragmáticas e desconcertantes. Logo, imagino que você terá dificuldades em alcançar prestígio e dinheiro.

Por hora, contente-se com o reconhecimento daqueles que não se entregam à mesmice e insistem em questionar o que se convencionou chamar de correto.

De tudo que vivenciamos, absorvemos um pouco, por vezes, quase nada. Guardo do seu livro a simbiose entre razão, ironia e encantamento. Este último, lapidado em minúsculas mas preciosas pedras.

Parabéns!

Júlio

Capa Reflexões (provocações).jpg


Featured Posts
Recent Posts
Search By Tags
Nenhum tag.
Follow Us
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Google Classic